Paulo Filipe Monteiro é argumentista, dramaturgo, antigo presidente da APAD, e professor da Universidade Nova de Lisboa. Através dele recebemos a informação das seguintes acções de formação, que podem ser um excelente arranque para um verão de muitas escritas.

Love & Death in 3 Minutes or Less:"The Screenwriter’s Role in New Media

Conference by Stuart Kelban
24 de Junho, às 18 horas, Auditório 1 Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Universidade Nova de Lisboa (Av. de Berna)
Recently, the Writers Guild of America went on strike, largely over financial issues related to writing for new media. Screenwriters in the United States were willing to shut down Hollywood for four long months, at great risk to both the industry and their own careers. And yet, no one — not the film studios, the television networks, nor the writers themselves — truly knows what shape "writing for new media" is going to take. During this new form’s long, drawn-out birth, there have been some notable successes ("Lonelygirl") and some very public failures ("Quarterlife"). Using clips from recent web-series, we’ll explore the directions that writing for new media may take in the near future, along with the implications for traditional cinematic story-telling. Will the same classic Aristotelian dramatic principles apply to both a two-hour feature and a three-minute webisode? What happens to characterization, story and structure when you write films to be shown on cellphones? And most importantly, will the next "Citizen Kane" premiere on YouTube?
Stuart Kelban is a professional screenwriter with experience writing for feature films and television. A Writers Guild of America member, he has sold screenplays to many of the major studios and productions companies in Los Angeles, including 20th Century Fox, Sony, Warner Brothers and Paramount, and has developed projects for Denzel Washington, Sean Connery, Adam Sandler and John Woo. He has also written original pilots for such TV networks as UPN, NBC and HBO, and is currently co-writing a pilot for Will Ferrell and Adam McKay. Stuart is the Head of Screenwriting for the Radio-TV-Film department at the University of Texas at Austin; he has also taught screenwriting at Harvard, Boston College and Emerson College.

Curso de Escrita para Cinema e Televisão

Escola de Verão da Universidade Nova de Lisboa
por Paulo Filipe Monteiro
9, 10, 11, 15, 16 e 17 de Julho, das 18h00 às 21h00
Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Universidade Nova de Lisboa (Av. de Berna)
O cinema e a televisão são formas de comunicação contemporâneas, que no nosso século tiveram de inventar a sua linguagem. Neste curso de 18 horas, intensivo e prático, estuda-se como se tem definido e transformado a escrita própria de textos destinados a serem filmados. Trata-se de um género que só pode ser compreendido por relação com a narração e o drama. Para compreender a "narração dramática" dos guiões, trabalham-se as teorias clássicas da narração, as estratégias narrativas de vários tipos de filmes, as personagens, as cenas, os diálogos e técnicas específicas de manipulação do espaço e do tempo. Tudo isto será desenvolvido a partir das sinopses previamente enviadas pelos participantes.
Requisitos Prévios: Os interessados neste curso devem enviar para o e-mail pfm@sapo.pt uma página com sinopse original de um filme de ficção. A selecção dos participantes será feita com base nessas sinopses.
Data limite para o envio da sinopse: 13 de Junho
Número de vagas: 20 Inscrições: o curso custa 100 euros (80 para estudantes da FCSH-UNL). Para obter um diploma final, há um custo adicional de 20 euros (10 para esses estudantes).
Mais informações em http://www.fcsh.unl.pt/escoladeverao/
Paulo Filipe Monteiro é doutorado em Ciências da Comunicação (especialidade de Cinema) pela Universidade Nova de Lisboa. A sua tese de doutoramento foi sobre o cinema português entre 1961 e 1990. Especializou-se em guionismo em França, Itália e Estados Unidos. Além da disciplina de guionismo que ensina na Universidade Nova de Lisboa, tem dado cursos de escrita para cinema e televisão em várias instituições (com destaque para o seminário que regeu na Fundação Calouste Gulbenkian de Abril a Junho de 1997). Tem também supervisionado guiões em encontros em Portugal, Irlanda, Escócia e Alemanha. Foi vários anos Presidente da Associação Portuguesa de Argumentistas e Dramaturgos. Escreveu a peça de teatro Área de Risco (estreada em 1999 na Fundação Calouste Gulbenkian) e a série de televisão A Viúva do Enforcado. Com João Mário Grilo, escreveu as longas-metragens O Fim do Mundo, Os Olhos da Ásia e Longe da Vista. Com o mesmo realizador, escreveu três telefilmes de 90 minutos: As Contas do Morto, realizado por Rita Nunes; 451 Forte, realizado por João Mário Grilo; e A Hora da Morte, realizado por José Nascimento. Tem 27 anos de trabalho como actor e encenador. CurrÃículo pormenorizado em www.pfm.com.pt